Fechar busca

Carga distribuída e peso correto chegam mais longe

Publicado em


  • Indique esse artigo
Carga distribuída e peso correto chegam mais longe

A fiscalização nas rodovias pelo país está cada vez mais exigente. Com a Lei da Balança, o peso total, que deve estar de acordo com o limite permitido, é verificado junto a distribuição da carga por eixos.

Além da multa, o excesso de peso nos caminhões gera mais custos de manutenção e gastos extras com o consumo de combustível, além de riscos de acidentes. Para evitar autuações, despesas desnecessárias e garantir um melhor custo de frete, é importante manter o carregamento sempre no peso certo e obter o máximo de desempenho no transporte das cargas.

Uma das possibilidades é integrar a balança a um software de gestão, que identifique irregularidades por eixo e que ajude a melhorar ainda mais a distribuição de carga.

As balanças que pesam eixos devem ser utilizadas para prevenir o excesso de carga e consequentemente evitar multas. Elas serão úteis, desde que sejam observadas a maneira correta de utilizá-las e a legislação aplicável.

Outro problema referente ao excesso de peso é a retenção dos veículos para transbordo da carga. Ao serem autuados nas balanças das rodovias, caso o sobrepeso dos eixos excedidos ultrapasse os limites estabelecidos, os veículos ficam retidos e são obrigados a fazer o transbordo antes de seguir viagem, gerando gastos ainda maiores.

Entender as regras e legislações sobre a área de pesagem de eixos é muito importante. Você sabia que a multa para quem trafega com carga acima do permitido pode chegar até R$ 30 mil? Leia mais sobre peso por eixo


Comentários


  • Indique esse artigo