Fechar busca

Tudo o que você precisa saber para melhorar o desempenho da sua balança

Publicado em


  • Indique esse artigo
Tudo o que você precisa saber para melhorar o desempenho da sua balança

São dicas importantes para aumentar a produtividade e lucratividade de seu negócio, além de evitar problemas de multas, autuações e até interdições pelo mau uso de seu equipamento de pesagem.

Para se obter um melhor desempenho de seu equipamento de medição é preciso seguir algumas recomendações, que são essenciais para prolongar, não somente a vida útil da balança, como também aumentar a produtividade no processo. Itens como local de instalação, temperatura, nivelamento, aquecimento, limpeza, calibração, manutenção periódica, entre outros, são muito importantes, pois se não aplicados corretamente podem interferir e prejudicar o funcionamento do equipamento.

O primeiro passo, antes de efetuar qualquer operação, é ler atentamente o manual de instrução do equipamento, pois contém informações relevantes e fundamentais para o bom desempenho do produto. Como também, treinar os operadores para o manuseio correto durante a pesagem.

Outra questão é que a balança deve operar sobre uma superfície plana e em local sem a presença de corrente de ar, a fim de se obter estabilidade nas leituras das pesagens e não correr o risco de sofrer nenhuma alteração durante o processo de medição.

Deve-se também evitar ou minimizar vibrações no ambiente ocasionadas por outros equipamentos que apresentam trepidação ou ruídos excessivos, e a balança deve estar nivelada, com os pés do equipamento ajustados para se obter um correto nível.

É ainda necessário que esteja instalada em um local protegido de resíduos de sujeira como pó, salinidade, restos de alimentos e umidade. Como também evitar a incidência de luz solar diretamente no equipamento ou a exposição a variações bruscas de temperatura.

Outra recomendação é verificar se o lacre está na posição correta, ou seja, que não esteja encostado no prato de pesagem para que o equipamento não apresente uma medição sujeita a erros.

Para um melhor aproveitamento, a balança deve ser ligada, pelo menos 10 minutos antes de se iniciarem as pesagens, para aquecimento do circuito interno. O tempo de pré-aquecimento pode variar de acordo com cada modelo de equipamento

Durante o processo de pesagem, o produto tem que ser inserido delicadamente sobre o prato e aguardar a estabilização da leitura, evitando impactos e sobrecargas no prato de pesagem, garantindo o perfeito funcionamento do equipamento por mais tempo.

Deve-se ainda posicionar a carga a ser medida mais próxima possível do centro do prato de pesagem para evitar erros de excentricidade (erros nos cantos), que os equipamentos de pesagem estão sujeitos.

Um item extremamente importante é referente a manutenção do equipamento, que deve estar sempre em dia, evitando erros e perdas no processo de pesagem. Com os programas de manutenção preventiva, as quebras ou mau funcionamento dos equipamentos podem ser reduzidos, ou até evitados, em muitos casos.

A calibração diária do equipamento, utilizando-se pesos padrão para conferência, além de evitar possíveis desvios e fraudes, ajuda a identificar o momento certo para acionar a assistência técnica para correção dos erros.

Vale lembrar que lacres rompidos, visor quebrado, falta da plaqueta de identificação, mau funcionamento, enfim, tudo isso pode trazer problemas com a fiscalização e possíveis autuações. Manutenções preventivas e corretivas devem ser feitas somente por técnicos de oficinas credenciadas pelo Ipem.

Essas são algumas dicas fundamentais para um melhor desempenho de seu equipamento de pesagem, trazendo aumento de produtividade e lucratividade para o seu negócio, evitando, dessa forma, problemas de autuações, multas e até interdição de seu estabelecimento comercial.


Comentários


  • Indique esse artigo