Toledo do Brasil

Busca de produtos
Boleto XML
Navegue pelas categorias:

Chácara Córrego do Ouro

Chácara Córrego do Ouro comemora os resultados obtidos com nova balança

Solução da Toledo do Brasil reduziu perdas e mecanizou o controle do envio de café




Cliente

Cliente

A Chácara Córrego do Ouro é uma fazenda produtora de café. Localizada em São Pedro da União, cidade do interior de Minas Gerais, a fazenda existe desde 1997 e 5 anos após sua fundação, a Córrego do Ouro já estava beneficiando café. Jose Diniz Gomes, proprietário da fazenda, comenta que possui uma pequena marcenaria no local, mas que seu foco principal está mesmo nos cafezais, produzindo mais ou menos 4000 sacas por ano.

Problema

Problema

Com o alto volume de sacas produzidas, a Córrego do Ouro precisava modernizar seus equipamentos para acompanhar o mercado. Além disso, a maioria das Cooperativas da região trocaram a medida de recebimento do café, fazendo o controle por bag ou granel, e não mais em sacas.

Juntando aos dois fatores citados, a fazenda sentia necessidade de controlar melhor todas as etapas do processo. Os recebimentos do produto pelas cooperativas nem sempre eram iguais aos envios do produtor, aparecendo algumas diferenças nas quantidades. Sabendo disso, José Diniz sentia que o controle da sua produção poderia ser melhorado, “precisava saber a quantidade certa para cooperativa e o lote também era importante caso existisse algum problema com o produto”, comenta ele.

Solução

Solução

Foi então que no ano de 2015 a Toledo do Brasil, líder na área de pesagem no país, trouxe a solução que a Córrego do Ouro necessitava. O silo de recebimento de café ganhou 4 células de carga nos apoios e, assim, foi transformado em balança. Desta forma o processo passou a ser feito da seguinte forma: a máquina joga o café direto no silo e quando termina o lote, este café é pesado e anotado. Posteriormente, o produto é jogado no silo de fora para o caminhão ser carregado.

Desta forma o silo que antes do servia para armazenagem se transformou na parte mais importante do processo, “agora temos uma balança com 8000kg de capacidade, o que nos possibilidade enviar quase 80 sacas por vez”, afirma José Diniz. Outra função que o silo passou a ter é calcular o valor do café limpo, já que com a instalação da Toledo do Brasil a Córrego do Ouro passou a prestar serviço e limpar café para outros fazendeiros também.

Ganhos

Ganhos

Com a solução instalada, a Córrego do Ouro comemora os resultados obtidos. O envio da quantidade para cooperativa agora é feito de forma correta, eliminando qualquer risco de fraude ou desvio do caminho até ela. O controle total do processo possibilitou também a exatidão da produção, sabendo qual lote enviado, quantidade produzida e até a perda do produto durante a produção, “supriu minha necessidade e estou satisfeito. Trouxe o controle que precisava”, comemora José Diniz.

O proprietário da fazenda comemora também o fato da transformação do silo em balança ter reduziu seus custos de produção, “pra mim facilitou muito. Com todo processo mecanizado, diminuiu custo de mão de obra também”, comenta ele. Outro benefício que a fazenda percebeu foi o ganho de mais uma fonte de renda, afinal a cobrança de qualquer tipo de serviço feito para os fazendeiros da região, é feita por peso.

 

Problema

ProblemaResumo

  • Falte de controle na quantidade de café enviado para cooperativa;
  • Troca da unidade de recebimento nas cooperativas.
Implicações

ImplicaçõesResumo

  • Conflitos com Cooperativa;
  • Perdas financeiras.
Solução

SoluçãoResumo

  • Transformação do silo em balança com células de carga e indicador da Toledo do Brasil.
Ganhos

GanhosResumo

  • Controle total do envio da quantidade de café para Cooperativa;
  • Prestação de serviço para outros fazendeiros da região;
  • Controle do café por lote;
  • Mecanização do processo;
  • Redução de custos.

Se você notou alguma semelhança desse caso com as suas necessidades, a Toledo do Brasil pode resolver.
Entre em contato para mais informações.

Compartilhe

  • Pin it